43 3422-4191     43 9 9974-2004

Cozinha-escola vai atender 250 mulheres em Apucarana

Publicado: 24/06/20 às 10h09

Fonte: Site da Prefeitura | Foto: PMA

Uma cozinha-escola será instalada em Apucarana, através de um convênio entre a Prefeitura de Apucarana e a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Serão atendidas 250 mulheres com cursos de capacitação, priorizando o público em situação de vulnerabilidade social e vítimas de violência. O investimento é R$ 130.612,00 com recursos do governo do Estado, sendo que a contrapartida do Município será de R$ 6.500,00.

O anúncio ocorreu na manhã desta terça-feira (23/06), após reunião entre o prefeito Junior da Femac e o chefe do núcleo regional da Seab, Antônio Biral Filho. Também participaram do encontro o zootecnista da Seab, Eder Dala Pria, David Brito, presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, a secretária municipal de Assistência Social, Ana Paula Nazarko, e assessor da pasta, Alex Lopes.

De acordo com o prefeito, Apucarana foi um dos primeiros municípios a aderir ao Programa Cozinha-Escola – qualificando para o bem. “O projeto apresentado por Apucarana acabou sendo referência para os demais municípios. Agora será realizada a licitação para a aquisição dos equipamentos, que serão instalados no Centro de Qualificação Total, localizado no Jardim América”, informa Junior da Femac.

Junior observa que, neste momento de enfrentamento à pandemia do coronavírus, cresce a importância da boa alimentação. “As famílias estão cozinhando mais e estão atentas em adquirir conhecimentos sobre como preparar as refeições e também relacionados aos aspectos nutricionais”, salienta.

Segundo o chefe do núcleo regional da Seab, serão oferecidos diversos cursos, como de preparo de doces e salgados para festas e confeitarias, preparo de massas, pizzas e lanches, doces finos, preparo de bolos e também de garçonete. “Além de confeccionar refeições visando uma alimentação saudável, as mulheres que serão capacitadas também serão incentivadas a empreender, abrindo seus próprios negócios”, assinala Biral.

A secretária municipal de Assistência Social afirma que, a partir da assinatura do convênio, o próximo passo será a realização de uma licitação para aquisição de equipamentos e a contratação dos instrutores que ministrarão os cursos. “Vamos aperfeiçoar e adequar o espaço no Centro de Qualificação Total e também estabelecer parcerias com instituições para ofertar os cursos e também para proporcionar palestras sobre educação alimentar e segurança alimentar e nutricional”, observa Ana Paula Nazarko.