43 3422-4191     43 9 9974-2004

5 plantas para você cultivar em seu apartamento

Publicado: 12/02/20 às 08h21

Texto: Luciana Vidal

Morar em um apartamento não precisa ser sinônimo de abrir mão de jardinagem. O espaço pode ser um limitador para algumas espécies de plantas, mas nem por isso seu apartamento deve ficar sem a vida que elas trazem ao ambiente. Separamos para você 5 espécies que não ocupam muito espaço e nem dão muito trabalho em seu cultivo.

Confira nossa seleção.

 

Lança de São Jorge

Com sua folhas verticais e em formato cilíndrico, a Lança de São Jorge é ideal para cômodos internos e para decorar os cantos dos ambientes. Pode ser plantada em vasos ou mesmo em jardins de pedra, devido à resistência. Sua irrigação deve acontecer uma vez na semana, sem jogar água diretamente sobre as folhas.

 

Zamioculca

Essa planta é resistente e continua bonita mesmo quando você esquece de cuidar dela. O ideal é que você regue uma vez por semana e fique atento ao sol, que não faz bem para o seu crescimento. O sol direto não faz bem para seu crescimento, enão recomenda-se colocá-la à meio-sombra ou em ambientes sem luz. Importante: todas as partes da planta são venenosas se ingeridas, uma opção pouco amigável se você mora com crianças ou animais de estimação.

 

Antúrio

Conhecida como um curinga para lugares pouco iluminados, o antúrio é mais usado em vasos. Sua cor destaca o local em que é posto, mas não deve ficar em ambientes escuros ou seu crescimento é prejudicado A irrigação pede muita umidade, então deve ser feita 3 ou 4 vezes por semana

 

Pacová

Tipicamente tropical, a babosa-de-pau possui folhas brilhantes e textura que lembra o couro. Deve ser cultivada em solo sempre úmido e em ambiente à meia-sombra. Também conhecida como babosa-de-pau, ela não deve ser confundida com a babosa (Aloe vera), essa planta é diferente e exige outros cuidados.

   

Camedórea-elegante

Essa espécie de palmeira não passa de dois metros de altura e fica ótima com plantio em vasos. Como gosta de umidade, é preciso regar frequentemente, até 4 vezes por semana. Deve ser mantida longe da luz direta do sol. Ambientes à meia-sombra ou sem luz são preferíveis.

 

Fonte: hometeka